Com a retomada dos fundos imobiliários, o que já ficou caro e o que ainda vale comprar na Bolsa?